STJ declara ilegal classificação para regime de credenciamento