Família recebe R$ 15.000,00 de danos morais por atraso em voo

Família é indenizada em R$ 15.000,00 a título de danos morais. Isso ocorreu diante de atraso em voo internacional de filha menor de idade, que viajava desacompanhada dos genitores, pelo serviço de concierge da Companhia TAP Air Portugal. A família que recebeu a indenização, reside na comarca de Joinville, Santa Catarina.

Família recebe R$ 15.000,00 a título de danos morais. Isso ocorreu diante de atraso em voo internacional de filha menor de idade, que viajou desacompanhada dos genitores, pelo serviço de concierge da Companhia TAP Air Portugal. A família que recebeu a indenização, reside na comarca de Joinville, Santa Catarina. Nesta imagem fictícia e ilustrativa, mostra-se um homem dormindo com sua mala, esperando um voo no aeroporto. Desta mesma maneira, a garota ficou esperando por 6 horas seu voo.

Filha desacompanhada e voo cancelado: entenda o caso

O pai aguardava a chegada de sua filha menor de idade em voo internacional desacompanhada dos genitores. Porém, devidamente autorizada e acompanhada pelo serviço de concierge junto à Companhia TAP Air Portugal. O voo saiu da cidade de Lyon (França), com escala em Lisboa (Portugal) e chegada em Guarulhos (São Paulo).
 

A filha menor reside com a mãe biológica na cidade de Lyon, França, e viria ao Brasil para aproveitar suas férias escolares com seu pai e sua madrasta em um roteiro de viagens. Nesse roteiro, passariam por algumas cidades do Brasil, como Foz de Iguaçu, Florianópolis, e São Paulo.

Entretanto, por culpa exclusiva da TAP Air Portugal, o voo inicialmente agendado para o dia 16/07/15 foi inexplicavelmente cancelado. Em virtude da falta de aviso, na data inicialmente agendada a filha menor aguardou junto ao terminal da TAP no Aeroporto de Lyon por mais de 6 (seis) horas até receber a confirmação do cancelamento do voo.

Como o caso foi resolvido?

Infelizmente, a TAP Air Portugal disponibilizou outro voo à filha menor apenas 2 (dois) dias depois do programado. Desta forma, prejudicou toda a programação de férias estabelecida por sua família que lhe aguardava no Brasil. Isso trouxe prejuízos tanto de ordem financeira, quanto moral.

A fim de resolver o litígio e acionar as medidas legais cabíveis, o pai, representando sua filha menor, e acompanhado da madrasta, buscaram nosso escritório. 

Nosso escritório, então, ingressou com uma ação de indenização por danos morais e reparação de danos materiais para recuperar os prejuízos financeiros decorrentes da conduta ilícita da TAP Air Portugal, que tramitou junto a 2ª Vara Cível da Comarca de Joinville sob o número processual 0302425-08.2016.8.24.0038.

A indenização e acordo

A pedido dos autores, diligenciamos junto à TAP Air Portugal e em poucos meses após o ingresso da demanda, realizamos um acordo judicial com a TAP Air Portugal. Assim, eles indenizaram os autores da ação com o pagamento de R$ 15.000,00 (quinze mil reais).

Por fim, caso você tenha experimentado um caso semelhante, você deve entrar em contato com nossos advogados e resolver a situação. Você poderá obter mais informações em nossa página BKS sobre dano moral! Acesse a página aqui e não deixe passar seus direitos.

 
 
 

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados