Ind­eniza­ção por Danos Morais - Advogados em Joinville

Eventualmente, nossos clientes nos perguntam sobre Dano Moral e o que nossos advogados em Joinville podem fazer. Antes de tudo, já te avisamos que nosso escritório em Joinville já conseguiu, desde 2001, centenas de milhares de reais em indenização em causas envolvendo danos morais.
No geral, esse tipo de dano ocorre por inscrição indevida em cadastro de restrição ao crédito, como SERASA, SPC e Boa Vista, e os principais Réus são as companhias telefônicas como OI, Vivo, GVT, Claro, Embratel, e outras grandes empresas. Ainda assim, essas empresas insistem em manter um sistema de controle de pagamentos ineficiente, que acaba por trazer transtornos ao bom pagador que vê seu crédito negado por um ato ilícito destes grandes conglomerados. Ressaltamos que a manutenção indevida do nome após a renegociação da dívida também gera esta espécie de dano moral, bem como o protesto indevido de títulos em cartórios.

Dúvidas na Ind­eniza­ção por Danos Morais
Dúvidas na Ind­eniza­ção por Danos Morais? Leia o texto.

O que é Dano Moral?

Conforme a jurisprudência, esta espécie de dano é presumida tanto na negativação, como na manutenção indevida do nome do nosso cliente nos cadastros de restrição ao crédito. 
Outra variedade de dano moral na mesma categoria é a de inscrição indevida e a fraude em compras, obtenção de crédito e uso de serviços telefônicos.
Por exemplo: o que mais acontece nesses casos é que as operadoras, financeiras e lojas de varejo com crediário próprio não checam corretamente as informações passadas por indivíduos inescrupulosos que falsificam grosseiramente informações, obtendo crédito em nome de pessoas de bem, que após alguns meses tem seu nome negativado. Por fim, essas pessoas precisam recorrer ao judiciário para limpar seu nome. 
E sendo assim, nossos advogados em Joinville já trouxeram tranquilidade para centenas de clientes nos mais diversos casos de negativação indevida. 

Valor de indenização por danos morais

Em Santa Catarina, nosso escritório consegue, em ações simples, um valor de indenização que pode variar, por exemplo, entre R$ 5.000,00 até R$15.000,00. Todavia, com a correção monetária e juros de 1% desde o momento da inscrição, esses valores podem chegar no momento da liquidação a mais de R$ 35.000,00 para um único evento danoso. 
Ressaltamos que as indenizações mais altas são obtidas com empresas com atuação nacional, como as operadoras de telefonia e bancos. Portanto, atenção: havendo peculiaridades na negativação ou nos prejuízos causados, a indenização pode passar de R$ 100.000,00, como nos casos em que a Companhia Telefônica não cumpre a ordem de retirada do nome do cliente do cadastro negativo. O que, em outras palavras, caracteriza um dano moral. Após o pagamento da dívida, a empresa tem 5 dias úteis para remover o nome do consumidor do banco de dados da SERASA.

Esclareça suas dúvidas

Não perca tempo: você pode esclarecer todas as suas dúvidas com os nossos advogados, que estão à disposição. 
Use o formulário para explicar sucintamente seu caso, sua dúvida, ou apenas deixe seu contato que o Dr. Felipe Volkmann, um de nossos advogados com experiência na obtenção dessas indenizações, entrará em contato, auxiliando na exclusão do seu nome do SERASA, SPC, Boa Vista e demais órgãos de proteção, assim como na obtenção de uma ótima indenização por danos morais. 
Desde já, adiantamos: para esta modalidade de contratação do nosso escritório, atuamos por uma porcentagem do valor recebido pelo cliente. Assim, nós evitamos o seu desembolso de recursos em momento em que o crédito pode ter sido severamente afetado. 

Dr. Felipe pode esclarecer suas dúvidas até às 21h30min pelo telefone (47) 3453-3333 através do ramal 207.

Dr. Felipe Volkmann
Dr. Felipe Volkmann - OAB/SC - 25.331

Quanto tempo leva e Procedimentos

Normalmente, em até 45 dias conseguimos a retirada do nome do SPC ou SERASA. Porém, esse prazo pode ser menor. Tudo dependerá da quantidade de ações sendo processadas naquele momento na unidade jurisdicional na qual o processo foi distribuído. 
Em suma, os procedimentos para ingresso com a ação são rápidos e não dependem de muitas idas e vindas ao nosso escritório. No geral, em uma ou duas visitas, os advogados já conseguem propor a ação. 
Além disso, para os clientes que na primeira reunião já trazem o (1) comprovante da inscrição, seja do SERASA como do SPC, que comprove a negativação, (2) comprovante de pagamento – quando o caso comporta – (3) comprovante de residência, (4) um documento pessoal, como Carteira de Motorista ou RG, podemos imediatamente dar seguimento ao pedido liminar de exclusão do nome do SPC, BOA VISTA e SERASA. Caso haja necessidade, nosso escritório providenciará o comprovante de inscrição no SERASA, sem necessidade do cliente se preocupar com esse requisito. 

Podemos lhe ajudar

Por fim, não se preocupe em tirar fotocópias dos documentos. Nós providenciaremos a digitalização durante seu atendimento, que normalmente não passará de 60 minutos. Não deixe de agendar no botão abaixo do mapa! 
Juntamente a outras diversas causas além de Dano Moral, nossos advogados em Joinville estão dispostos a te ajudar. 
Nosso escritório se localiza na Rua Visconde de Taunay 456, Joinville (SC)
, com um amplo estacionamento. Porém, com o agendamento com antecedência pelo telefone (47) 3453–3333, nossos colaboradores terão o imenso prazer de deixar uma ou duas vagas reservadas com seu nome para sua chegada. 

Dúvidas frequentes sobre Danos Morais respondidas:

“Qualquer dano à normalidade da vida, qualquer fato que por anormal nos causa dor íntima, sofrimento e angústia” é Dano Moral, de acordo com Pontes de Miranda. Ele perturba a pessoa, e não o patrimônio em si.

 

Normalmente, em até 45 dias conseguimos a retirada do nome do SPC ou SERASA. Porém, esse prazo pode ser menor que 7 dias. Tudo dependerá da quantidade de processos na unidade jurisdicional.
Os procedimentos são rápidos e não dependem de muitas idas e vindas ao nosso escritório. No geral, em uma ou duas visitas, os nossos advogados já conseguem propor a ação.

 

Em ações simples pode variar, por exemplo, entre R$ 5.000,00 até R$15.000,00. No entanto, esses valores podem chegar no momento da liquidação a mais de R$ 35.000,00 para um único evento danoso.
Mas, atenção: havendo peculiaridades na negativação ou nos prejuízos causados, a indenização pode passar de R$ 100.000,00.

 

Quer saber mais ou ter contato com as experiências de outros de nossos clientes? Visite nosso blog e fale conosco:

 

Ligue agora e fale diretamente com um de nossos advogados ou agende sua visita, sem compromisso, pelo (47) 3453-3333. Confira abaixo nossa localização e posts sobre o tema dano moral!

Dr. Felipe e as formas de contato com a BKS - Escritório de Advocacia em Joinville
Dr. Felipe

Esclareça todas as suas dúvidas sobre a contratação de nossos serviços, acesso nossa agenda on-line e escolha o melhor dia e horário, seja por videoconferência como pessoalmente 

Fale agora por WhatsApp com um advogado. Sem formulários, nem intermediários.

Nosso escritório é localizado na Rua Visconde de Taunay 456, Joinville (SC), com um amplo estacionamento, porém com o agendamento com antecedência pelo Telefone (47) 3453-3333, nossos colaboradores terão o imenso prazer de deixar uma ou duas vagas reservadas com seu nome para sua chegada.

Ligue agora e fale diretamente com um de nossos advogados ou agende sua visita, sem compromisso, pelo (47) 3453-3333.

Dano Moral por Inscrição Indevida dos Bolsistas FIES

Dano Moral por Inscrição Indevida dos Bolsistas FIES

No mês de janeiro de 2018, a procura por orientação jurídica aos Advogados de nosso escritório em Joinville disparou. Sobretudo em razão de inclusões indevidas por alunos de instituições de ensino que utilizam o fundo de financiamento ao estudante do

Danos Morais – Erro no lançamento do Cartão de Crédito

Danos Morais – Erro no lançamento do Cartão de Crédito

O Banco Itaúcard S.A., operador de cartão de crédito, foi condenado em primeira instância pelo 2º Juizado Especial Cível da Comarca de Joinville (SC) a indenizar uma consumidora de Joinville em R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a título de danos

Claro é condenada a indenizar consumidor por danos morais no valor de R$ 15.000,00 ante inscrição in

Claro é condenada a indenizar consumidor por danos morais no valor de R$ 15.000,00 ante inscrição in

A 5ª Turma de Recursos do Tribunal de Justiça de Santa Catarina manteve a decisão proferida pelo 2º Juizado Especial Cível da Comarca de Joinville/SC. Na qual condena à operadora de telefonia Claro S.A. ao pagamento de indenização por dano